sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Aumento abusivo no preço dos ônibus intermunicipais da baixada santista


A baixada santista teve uma surpresa típica da caixa de Pandora que foi o aumento da passagem do ônibus intermunicipal em quase 7%. A passagem que custava R$ 2,90 entre Santos e São Vicente custa agora R$ 3,10 e quem pagava o salgado preço de R$ 3,35 para transistar de Santos à Praia Grande paga agora R$ 3,60.

O leitor que não mora na baixada santista e portanto desconhece nossa realidade pode dar-se ao luxo de especular: "se o transposrte coletivo é caro então deve ser de primeiríssima qualidade". Se pensou assim enganou-se redondamente. O serviço prestado pela Piracicabana é precário: os ônibus demoram para passar, as pessoas vão espremidas dentro dos ônibus, o motorista não pode ser mais rápido porque acumula função que não é de sua competência que é cobrar. Ora, com esse preço absurdo nós usuários deveríamos ter um transporte de qualidade: mais linhas de ônibus, mais conforto, cobradores, etc...

Mas a Piracicabana age como se fosse dona da concessão e não uma permissionária. Gostaria de saber o porquê dessa dominação da referida empresa, gostaria de saber porque nossos digníssimos prefeitos e nossas respeitáveis câmaras não lutam contra os abusos da Piracicabana.

Nossas competentes autoridades não deveriam permitir o aumento abusivo das tarifas do transporte coletivo, deveriam sim lutar por melhores condições de transporte e poderiam fazer isso tirando a concessão da empresa e colocando outra no lugar.

Quantos trabalhadores diariamente acordam cedo e já pegam os ônibus lotados e na volta de suas lidas, já extenuados são obrigados a esperar seus meios de transportes por 30 ou 40 minutos e ainda ficar em pé e espremidos durante todo o trajeto.

Realmente o burguês não tem coração, ele tortura o proletariado de todas as formas possíveis e não satisfeito cobra caro por essa tortura. Deixo aqui um apelo aos prefeitos da baixada santista e também aos vereadores da região para que façam a experiência de pegar um ônibus na hora do "rush" e fazer uma "agradável" viagem se possível de pé. Pois para se entender o oprimido é preciso antes de mais nada colocar-se em seu lugar.

Não deixe de assinar o abaixo-assinado contra o aumento abusivo da Piracicabana.

Em tempo uma região muito menor que a cidade de São Paulo tem a tarifa mais que cara que a cidade de São Paulo e aqui nem teve manifestação... Que vergonha...

4 comentários:

Uma PROFESSORA apaixonada.... disse...

É revoltante. Moro em Santos e trabalho em Praia Grande, para ir uso do terminal, para voltar, o passe ainda não está pronto, ou tomo duas conduções ou ando até o terminal. O bolso chora pela caminhada.... isso depois de dar as minhas aulas para as crianças.
beijos,
Lu

PS. Já assinei!

O Projeto disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rádio da Juventude disse...

Neste sábado, dia 26, às 11h, na Praça do Correio, em SV, será feita uma manifestação contra os aumentos abusivos. Infos: www.radiodajuventude.wordpress.com

willian disse...

será que o ''pt'' no poder vai melhorar o transporte ???? ou fazer dele caixa para campanha politica ??? como fez em Santo André ???