segunda-feira, 27 de agosto de 2012

A escola pública é laica mas os talebãs tupiniquins não entendem isso!

Outro dia depois das aulas numa conversa descontraída com amigas professoras, elas me disseram como é difícil lecionar história, educação física e artes, por causa de alunos filhos de pais protestantes fundamentalistas (vulgarmente como conhecidos como evangélicos). Elas me disseram que sentem mal estar quando tem que abordar assuntos como carnaval, folclore, cultura africana no caso de história e artes, mas a  situação da educação física não é lá muito diferente. Soube da história que uma aluna se recusou a participar  das aulas de educação física porque não poderia sair correndo e ficar exposta a mostrar partes de seu corpo, é evidente que também a figurinha não iria querer usar calças pois argumentaria que é roupa de homem e blá blá blá blá.

É engraçado como essa gente põem seus filhos nas escolas públicas e querem determinar o que deve e o que não deve ser ensinado, eles que muitas vezes são semi-alfabetizados ou que são analfabetos funcionais, o problema, o grande problema é que os professores tem receio de lidar com eles e isso acaba fortalecendo suas superstições.

Então os pais proíbem que seus filhos façam trabalhos que envolvam os seguintes assuntos: carnaval, folclore, história e cultura dos afro-brasileiros,  etc..., isso porque esses assuntos são do diabo, claro que eles nunca pararam para refletir, infelizmente eles reproduzem o espírito do colonizador e não do colonizado.  A religião do oprimido é má e a do opressor é boa, ora, se os negros tivessem vencido a história religiosa seria outra.

Eles privam seus filhos de uma educação artística, de aprender, de produzir de criar e desenvolver competências porque carnaval e folclore são coisas do demo! Privam seus filhos de aprenderem a história africana e indígena, privam de conhecer culturas e de conhecer a história desses povos sofridos e a só vão conhecer a visão oficial da história que é a do colonizador bom e cristão, não tão bom cristão, já que era católico e não protestante. Privam seus filhos de fazer ginásticas! São inimigos do corpo logo inimigos da saúde e tudo isso por causa da infame leitura que fazem da Bíblia numa tentativa de transformar a sociedade secular numa teocracia neopentecostal. São tão cegos que se escandalizam com o que não provoca escândalo e aquilo que provoca escândalo encaram como perfeitamente normal: apedrejamento de bruxas, de adúlteras, e de sodomitas. (muitos querem ressuscitar essas prática) Isso não escandaliza! Todavia os professores  não devem contemporizar com fanáticos ou tolerar os intolerantes, uma vez que com eles não existe diálogo.

Um comentário:

Unknown disse...

Concordo, é um culto à mediocridade que se instaura.