sexta-feira, 13 de julho de 2012

Da falsa modéstia




Em nossa sociedade as pessoas não estão acostumadas com pessoas sinceras, nem com verdades, confundem o ter personalidade com arrogância e fraqueza de espírito com humildade. O engraçado é que essas pessoas (falo das redes sociais) que se dizem humildes xingam, destratam os outros, fazem alarde dos conhecimentos de tal e tal assunto, mas quando alguém fala contra a cultura de massa se revoltam tomam as dores, censuram, te acusam de arrogância, olvidando que o ato de acusar alguém disso já é um ato de arrogância, porque acha que a sua opinião é verdadeira e não pode ser questionada, interessante não?

Essas pessoas se acham modernas, livres de preconceitos, homens e mulheres póstumos mas na verdade não passam de imitação barata e mal feita do homem superior de Nietzsche. Muitas dessas pessoas adoram citar frases buriladas de Nelson Rodrigues, de Nietzsche, de Oscar Wilde, de Freud dizendo que concordam com essas celebridades, mas esse concordar é um falso concordar, pois quando alguém (e esse foi o meu caso) escreve:

"Eu gosto do povo/massa pois graças à ele(a) eu posso saber o que é um bom filme, uma boa música, um bom livro. Explico-me se a massa ouve uma música eu não a ouço; se lê um livro (exemplos: agapinho, bíblia, a cabana) eu rechaço; se assiste a um filme (os vingadores) é um bom sinal para não assistir".   


Essas pessoas caem em cima criticando, afirmando que o autor da frase é arrogante, preconceituoso, etc... Que não tinha o direito de exarar essa opinião, aí quando você cita um autor que pessoas "humildes" gostam como Nelson Rodrigues: "A unanimidade é burra", elas tem a coragem de perguntar ao interlocutor se este está se nivelando ao dramaturgo.  Engraçado, essas pessoas apóiam tudo o que ele escreveu, inclusive coisas ofensivas as massas e ficam chocadas quando alguém coerente, isto é, que tenta seguir pensadores como Diógenes o cínico, Nietzsche entre outros são criticados pela autenticidade. Porque autenticidade para essa gente é ser hipócrita, é esconder o que pensa. Essas pessoas que se dizem tão avançadas somente o são para fazer citações a fim de parecerem interessantes/intelectuais mas não passam disso, pois na hora de colocar em prática o que dizem acreditar se mostram tão ou mais reacionárias que as pessoas assumidamente conservadoras, pregando a "moral e os bons costumes". 


Mas pimenta nos olhos dos outros é refresco não? Essas pessoas que estão aí no mundo virtual adoram mostrar sua sabença, humilhar os que discordam delas e depois quando encontram alguém autêntico posam de São Geraldo Majela, a humildade personificada. Mas para censurar um ser declaradamente orgulhoso é preciso ser ainda mais orgulhoso que ele, é o caso de Diógenes que disse:


- Piso no orgulho de Platão.
- Logo com um orgulho maior, respondeu Platão. 


Eu não posso fazer nada se já descartei há tempos a falsa modéstia e essa humildade forjada em oficinas de teatro de 5ª categoria. Por que hei de negar uma coisa assim:

- você é inteligente.
- não, não bondade sua.

Acaso isso não é hipocrisia e querer se passar por humilde não é querer que o outro continue elogiando e admirando ainda mais por causa da falsa humildade?  Esse tipo de gente admira pensadores ousados mas quando encontram pessoas ousadas caem em contradição, pois elogiam aquilo que falaram e fizeram e quando alguém se põe a imitá-los, censuram. É, hipocrisia é FODA!!!

3 comentários:

Unknown disse...

Nietzscheanamente falando, a humildade é a astúcia do fraco frente alguém que não tem medo de elevar-se.

quandoescrevo disse...

Concordei em gênero, número e grau, mas costumo nem dizer para não passar pelo que passou e passa quando profere suas palavras. Palavras as quais outros julgam exatamente pela hipocrisia, lembro-me do Auto da Compadecida... eu não digo muito do que penso, por pura prudência mundana rsrs, se que me acovardo, mas as vezes é vacina contra julgamentos hipócritas que muito me irritam... mais até do que silenciar-me!

Professora Lu disse...

Reconhecer-se é sinal de maturidade e sabedoria.