domingo, 7 de abril de 2013

Protestante fanático compara homossexualidade à zoofilia




É difícil debater com religiosos fanáticos e que desejam reduzir a moral, as culturas, a ciência e a sociedade ao biblicismo. Ele parte da premissa que a Bíblia é a palavra de Deus e que portanto ele está certo e o que vai de encontro com a Bíblia está necessariamente errado. Então não adianta debater com gente desse naipe é perda de tempo e de energia. Se o fanático já parte de seus preconceitos não há o que discutir, debater e conversar, ele já está certo e o êmulo errado. Deus disse, soa como o famoso magister dixit medieval, isto é, o mestre falou a discussão acabou. Com gente intolerante não se discute, se ridiculariza e se mostra para a sociedade o perigo que essa gente representa para o bem-estar comunitário. 

Nas mentes tacanhas guiadas pelos princípios do Sola Scriptura e do Sola Fides o fato de você defender algo fundamentado em fatos, como o casamento gay, torna você suspeito de ser imoral, pecador e defender a própria causa. 

Agora o que é mais chocante é que uma pessoa nos dias atuais onde circula tantas informações na internet ainda tenha a capacidade de comparar a homossexualidade à zoofilia, de duas uma: ou isso é loucura ou má fé, prefiro crer que isso seja loucura, seria terrível crer que  um ser humano dentro de suas faculdades normais possa fazer comparações tão absurdas, tão repugnantes! 

Enfim, só publiquei este post para mostrar como o nosso país está infestado de fanáticos e que não vivem suas vidas e também não querem que os outros  vivam as suas, são infelizes e querem obrigar todos a compartilharem de sua infelicidade coletiva e compartilhar de uma moral que já não tem razão de ser nos dias atuais.

Nenhum comentário: